Contador de Visitas

Seguidores

sábado, 30 de agosto de 2014



CRUEL E BÁRBARO!!!
Ricardo Martins

Os verdadeiros assassinos do menino Bernardo são a Justiça e a sociedade brasileira!

Assim como a menina Isabela e tantos outros, Bernardo foi cruelmente assassinado pelo pai, madrasta e outros parentes, uma barbaridade inominável que, a meu ver, tem outros culpados, entre eles, o Judiciário, covarde, omisso, sujo e vendido, o governo federal, os vagabundos políticos congressistas e a sociedade brasileira em geral. Um ato revoltante que merecia punições exemplares, tais como: Prisão Perpétua com serviços forçados em uma Ilha no meio do Oceano Atlântico, completamente sozinhos e abandonados, não sem antes tomar uma surra em praça pública, com paus e pedras, depois serem salgados, e enfim encaminhados para a cadeia. Óbvio que esta é uma imagem de um pai revoltado com tanta covardia impune, em um país aonde a corrupção, incompetência e desinteresse permeia todo o sistema legal, aonde apenas o pobre e o indefeso paga e muitas vezes de forma injusta.

O BRASIL dos últimos anos, mais na real desde 1500, vem a cada dia cultivando no seio da sociedade estabelecida a corrupção, o jeitinho desonesto de obter algo, o paternalismo, o benefício e o privilégio direcionado ao poderoso e ao rico, o descumprimento das Leis, o desrespeito ao cidadão de bem e o reverenciamento ao bandido, inclusive o de colarinho branco e ao político, legislador, magistrado e gestor público desinteressado, a estes a reverencia, o aplauso ou voto.
Por isso a injustiça, a desigualdade de tratamento permeia na sociedade, a corrupção se alastra como doença epidêmica, o cidadão torna-se refém e o bandido continua livre, solto e rindo do povo efetivamente sério e trabalhador, asfixiado por impostos e tributos que o massacram, inclusive o menor infrator, tão cruel, frio e sanguinário quanto estes monstros que mataram o menino Bernardo.

Este quadro apenas ratifica a incompetência dos governos, governantes e gestores públicos, em geral instalados milionariamente nos 03 poderes da República, apenas a se beneficiar dos cargos e demonstrar toda a sua incompetência, vide o governo federal, seus ministros e assessores que usufruem o poder e o $$ público, desviando e roubando descaradamente o povo...
Isso tudo corrobora, contribui, faz cumplices, justifica e estimula este cenário cruel, bárbaro, impune muitas vezes e banal que se instalou nos últimos anos no Brasil. Lamentável, vergonhoso e covarde!

Indignação e revolta é pouco! O sentimento que existe diante destes momentos e situações como esta da morte absurda do menino Bernardo e, por exemplo, de mulheres assassinadas diariamente por ex maridos/namorados babacas e covardes completamente impunes, motoristas completamente embriagados que matam inocentes em pontos de onibus e calçadas, merecem cadeia longa e definitiva e outros castigos exemplares da LEI!

Mas, ao invés disso tem as benécias da Lei e de magistrados desumanos, desinteressados e descompromissados com seu juramento de justiça e esclarecimento real de fatos criminosos com a devida e rigorosa punição aos delinquentes.

Espero ver ainda o resgate da Justiça séria, comprometida com o Bem e os valores morais de um povo ético, digno e decente aflorar novamente, entretanto, no momento gostaria apenas de dois minutos de prosa em local fechado com estes covardes que mataram Bernardo, acho que eles teriam o mesmo fim do menino, com certeza!

Em muitas situações, cruéis, bárbaras e banais, sou completamente favorável ao “olho por olho, dente por dente”.



Literalmente!

2 comentários:

Valquiria Mauro disse...

"Em muitas situações, cruéis, bárbaras e banais, sou completamente favorável ao “olho por olho, dente por dente”.
EU TAMBÉM!!! Mais uma vez eu te parabenizo por este excelente texto!!! Concordo em genêro, numero, e grau com tudo o que ai está escrito!!!!

Alessandra Macêdo Bispo disse...

Boa noite, Ricardo

Essa sua indignação é a minha também, pode ter certeza. E o pior é que de acordo com um comentário da Raquel SBT, o contribuinte paga aproximadamente 40 mil reais por cada preso ao ano.

Também acho que em muitas situações o olho por olho e dente por dente parece a coisa mais justa a se fazer.

Mas uma coisa é certa, se a justiça daqui falha, existe uma que com certeza alcança esses cabras aonde quer que estejam, com colarinho branco ou sem um tostão no bolso. Haverão de dar conta de todas as suas atrocidades cometidas a vítimas indefesas. Podem sorrir, fazer pouco, mas na hora da prestação de contas não vai adiantar fugir para as Ilhas Cayman ou para os montes ou montanhas. A poderosa e gigantesca mão da Justiça os alcançará.