Contador de Visitas

Seguidores

domingo, 12 de janeiro de 2014

Violência, Covardia e Abandono!
Ricardo Martins

Um quadro conseqüente da IMPUNIDADE, do desinteresse e da irresponsabilidade do setor público e de grande parte da chamada sociedade organizada do Brasil.

Tenho escrito freqüentemente sobre a falta de interesse dos governantes e integrantes do serviço e da atividade pública, em geral, pelo cidadão, pelas pessoas e seus familiares. E como sempre digo isso não é de hoje, ocorre há anos, mas no ultimos 10 anos a situação chegou ao ponto da degradação, desinteresse e irresponsabilidade de quem governa estados municípios e a federação, vide o caso do Maranhão dominado “feudalmente” por uma família que apenas visa seus interesses pessoais e com certeza o Maranhão, retrata infelizmente a realidade brasileira, não apenas neste mister, da insegurança pública e do inconsequente e deficiente sistema prisional, é o retrato de todo oserviço público oferecido oa cidadão neste país.

Este país a cada dia banaliza mais e mais a dignidade humana, a vida dos brasileiros e daqueles que aqui vivem por opção, por escolha e pelo coração. São agressões a crianças, mulheres, idosos, enfim e as ocorrências, em geral acontecem dentro de casa, por filhos, netos, padastros, madrastas, ex - namorados, ex - maridos e ex- amantes.

O desrespeito as pessoas é amplo, geral e irrestrito, como o slogan da campanha das “diretas”, que um dia foi resgatou este país, por inciativa deste povo que quando quer luta por seus ideais e os defende a extremos.

O tratamento que o cidadão tem recebido do servidor público, em todos os níveis e representatividade, é o pior possível, pode-se rotular de execrável e desprezível, e op pior “todos” sem excesão são pagos pelo Povo e nada funciona a seu favor, nada lhe beneficia e nenhuma decisão lhe é direcionada.

No Brasil a extorsão é diária, a saúde, a segurança pública, o sistema prisional e a educação, é literalmente dígito ZERO ou prá menos que isso, a nivel de prioridade. O indivíduo e seu próximo estão literalmente nas mãos da criminalidade, sofrendo freqüentemente todo tipo de abuso, brutalidade e violência. A sua Vida e de sua família, além de seu patrimônio, estão a pleno risco e NINGUÉM FAZ NADA! O cidadão está literalmente abandonado!

Onde estão às autoridades, as forças políticas, os paladinos da justiça e da ordem pra lhes defender? Certamente em seus gabinetes confortáveis, sendo filmados por câmeras ocultas a contar o dinheiro da cueca, da meia, da calcinha, enfim, para depois, na maior cara de pau negar tudo.

Como aqui flagrante é para pobre, por assim fica! Apenas na época de eleições, só neste momento e diante de um rosário de promessas, o ingênuo, incrédulo e desprotegido eleitor acredita e vota neste bando de canalhas que permeiam todas as regiões e recantos deste país. Uma corja da pior espécie, em sua grande parte corruptos e vendidos.

Não tem polícia, efetivamente preparada e remunerada dignamente, nem quantidades de policiais necessário nas ruas. Em Santa Catarina um dos mais evoluídos estados da Nação,, existem cidades com apenas um policial, seja civil ou militar, em nenhuma cidade o contingente é adequado.

A justiça é medíocre, vendida e comprometida com o crime,os códigos desatualizados e ainda remendados de acordo com os interesses do governo, legisladores e do bandido. O cidadoa de bem e seus familiares que se lixem!!!

Não tem cadeia, presídio, penitenciária, institutos de recuperação de drogados e usuasrios de drogas e alcoól, modernos, dignos e seguros.

Faltam leis justas, rigorosas e duras, que sejam aplicadas sem benefício algum para os criminosos que se multiplicam diariamente, tanto criminosos, incluindo os de colarinho branco, e benefícios.

O menor infrator contumaz, inimputável, assina cada vez mais inquéritos e assume a autoria dos crimes, com a maior tranqüilidade, pois é um “IMPUNE ETERNO!”. Este mata sorrindo e o faz mais a cada dia sem nenhuma restrição e ou punição.

Juízes, advogados, que deveriam ser os defensores dignos e implacáveis da justiça, são na realidade “cúmplices” e estão via de regra, cada vez mais corrompidos e comprometidos com a atividade criminosa, com o crime organizado e com empresários mau caráter e políticos sem escrúpulo algum, decidindo sempre em favor do privilégio, do poder e do dinheiro que lhes chega fácil.

E o povo, o cidadão e seus familiares, abandonados a própria sorte, nem dentro de casa estão protegidos contra a barbaridade criminosa e a crueldade dos bandidos, que transitam livres e a vontade por todas as ruas, avenidas, vielas e servidões deste país, impunes ou gozando de algum benefício legal, assinado por qualquer juiz desinteressado e irresponsável. 

A população é refém total do sistema legal e oficial do Brasil, que na real é pervertido, ilegal, indecoroso, insensato, perverso, desigual, privilegiador, enfim.

 Um país enlameado e apodrecido, literalmente manipulado por mãos sujas, viciadas, contaminadas e corrompidas, este é o Brasil real, em todos os níveis, locais, regiões e instâncias de sua constituição federativa.


Uma vergonha, mais que isso, uma violência ...Uma covardia!






6 comentários:

Clovis disse...

Excelente texto. Para onde foi aquele povo cordial o que esses políticos canalhas estão fazendo com nosso país.

Sala de Recursos Diversidades disse...

Gostei do texto. Só faço uma ressalva quanto aos adolescentes e atos infracionais, que realmente tão se tornando impunes, não por falta de leis, que tratem da sua responsabilização, mas pela precária execução das medidas socioeducativas e dos espaços em meio fechado disponibilizados a internação de adolescentes, que se mostram tão degradados quanto os presídios brasileiros.

Adenilze Niemeyer disse...

Excelente texto.A dignidade da pessoa humana vira piada no país da omissão total do Estado.

Rosemeire Silvério disse...

Boa tarde

Parabens RICARDO MARTINS

Mais um excelente texto onde o jornalista mostra com clareza a realidade do Brasil . País este que ja passou da hora de reagir e mudar tudo o que esta ai .
Pessoas como o Amigo que tem coragem de falar e mostrar a podridão que vemos todos os dias .
Hora de mudar de bater o tapete exigier mudanças ja .


Rosemeire

Anônimo disse...

Ótimo texto, agradeço por ter me marcado no twitter.

Elson Penha Silva disse...

A sua avaliação é perfeita. É triste dizer isto, mas os políticos são um extrato da nossa sociedade e a partir daí os governantes e demais gestores que são escolhidos diretamente ou indiretamente pelos eleitores. Na verdade, o grande problema de nossa educação, além da matemática, da gramática e da redação é a ausencia da formação em cidadania. O lixo jogado nas ruas, o fogo em lotes vagos, o som alto que prejudica os vizinhos, a sonegação de impostos, os acidentes de trânsito, a criminalidade, a corrupção, o radicalismo de ideologias, a inversão de valores, e muitos outros, são sintomas de que o Brasil está doente. Para mudar tudo isto, precisamos de estadistas, com coragem para fazer as reformas necessárias e procurando atuar na raiz dos problemas. Em um primeiro momento é importante acabar com a sensação de impunidade que assola o nosso país, pois avaliza a criminalidade e incentiva quem tem tendência para o crime. Apesar do nosso sistema político estar completamente falido e precisar de urgente reformas, é preciso desmistificar a idéia de que êle é o responsável pela corrupção. Pessoas de bem não roubam porque alguém esqueceu a porta aberta...