Contador de Visitas

Seguidores

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014



A passos de cágado ou pior, de caranguejo!!!
Centralização de receitas junto ao Governo Federal é o pior de todos os males, no que diz respeito ao desenvolvimento do Brasil. O país, neste governo é o “Brasil Negativo”, nenhum índice, indicador ou resultado foi positivo, em 2013, principalmente.

 Ricardo Martins

Novo ano e o brasileiro “reabastece” e reascende a esperança, combustível antigo, na real isso ocorre desde 1500, e lamentavelmente e certamente novas decepções estarão a vir pela frente, partindo sempre da Gestão Públicos em todos os níveis, desde o município, estados e governo federal.

Veja apenas o mais recente: o caso dos presídios no Maranhão dos Sarney, (aonde se faz licitação para compra de 80 kg de lagostas, com o dinheiro público), um sistema prisional caótico, sucateado e deprimente, assim como em outros estados, uma vergonha. As enchentes desastrosas e assassinas do Espírito Santo, MG, RJ e outros estados pelo Brasil a fora, por conta de investimentos mal direcionados ou não realizados preventivamente. No plano geral, escolas e unidades de saúde abandonadas ou caindo aos pedaços, estradas arrebentadas, inúmeras ainda de terra, em muitas regiões do Brasil, a falta de ferrovias, portos e aeroportos adequados as necessidades dos usuários, insegurança pública, e tantos outros quesitos administrativos e um, via de regra, atendimento precaríssimo e deficiente a população, enfim uma gestão que se caracteriza pela falta de competência e interesse dos envolvidos.

Mais grave que isso, a meu ver, ainda são os resultados apresentados pelo governo federal em TODOS os aspectos relacionados com a ECONOMIA; inflação, resultado da balança de negócios, juros, encargos e despesas publicas, que se multiplicam, crescimento da atividade econômica, enfim tudo negativo, apenas a arrecadação é positiva e recorde. O que se pode ler de tudo isso? Incompetência, desinteresse, despreparo e o mais grave, a centralização ridícula e contra producente da arrecadação junto ao Governo Federal, onde pouco é investido e tudo muito mal administrado.

POR QUE não se distribui a arrecadação com estados e municípios, junto a um plano de metas e ações semestral e anual, por pastas e prioridades? Ou por quê não se cria um Imposto único com percentuais direcionados a estados e municípios, estabelecendo critérios sérios e percentuais adequados, proporcionais ao desempenho, arrecadação e produção de cada estado e município, assim desta forma, o Governo Federal ficaria com a menor fatia, contudo substancial, por exemplo, para exercer de verdade, a fiscalização da aplicação destes proventos, verbas, enfim. Além de poder “enxugar” a máquina de serviços públicos federais em Brasília e por todo o país.

Não é possível mais se conviver com isso, com um governo, que além de corrupto, incentiva a corrupção e a inércia, assim como via de regra, acontece nos demais poderes da República, impregnados de venais e desinteressados agentes públicos, em todos os níveis e funções.

Não é possível a cada ano bater recordes de arrecadação de tributos e impostos e nada se aplicar em investimentos necessários e reais, o PAC desmoronou há tempos assim como as “moradias” rachadas e desfiguradas do famigerado “ Minha Casa Minha Vida”, na real, minha ruína, da Dilma e Lula.

O BRASIL precisa de empregos e desenvolvimento e não de “bolsas”, necessita de seriedade e responsabilidade na gestão pública, uma política econômica desenvolvimentista e agressiva, e principalmente de uma distribuição adequada da renda a partir das arrecadações várias que devem ser distribuídas justamente entre estados e municípios, isso além do rigor da Lei para todos e justiça efetivamente justa para todos.

Lugar de bandido e criminoso é na cadeia, principalmente os do “colarinho branco” e muitos dos que estão no Congresso Nacional, assembléias e câmaras de vereadores, merecem isso, cadeia, além dos que enlameiam o serviço público nos demais poderes da República.

Descentralizar recursos e arrecadação é a ordem prioritária neste Brasil tão sofrido e abandonado por bandidos, crápulas e maus caracteres, que detém o poder de forma apenas de seus interesses pessoais, políticos partidários e corporativos.

6 comentários:

VeraProfessora disse...

Como sempre, um ótimo texto que acrescenta ao meu conhecimento. Gosto de ler vc!!!

JacqueMarlowa disse...


Texto perfeito......realidade brasileira.
Tenho a impressão que isso não vai mudar nunca!!

Adoro tudo que tu escreve, bjussss

JacqueMarlowa disse...

Texto perfeito......realidade brasileira.
Tenho a impressão que isso não vai mudar nunca!!

Adoro tudo que tu escreve, bjussss

Rosemeire Silvério disse...

Parabens Jornalista Ricardo .

Muito bom seu Artigo mas entra ano e sai ano parace que as noticias são as mesmas.Mas tenho esperança de tudo mudar pra melhor .
Continue sempre a divulgar seu textos escreve muito bem e de facil entendimento gosto muito de ler o que escreve .

Maria do Carmo Baptista disse...

Não poderia deixar de falar.Gosto muito de tudo que você escreve.Sempre inteligente nas suas colocações. Esse artigo muito bom. Pena que os POLÍTICOS só mudam em BENEFÍCIOS PRÓPRIOS. Quem sabe um dia veremos Nosso Brasil melhor. Pois do jeito que vai se não mudar, daqui algum tempo vamos sentir saudade de hoje. Pode ficar pior. "HORA DE MUDAR"mesmo. Parabéns meu querido. Te admiro muito. Bjs....
MARIA C.S. BAPTISTA

Cecilia Borba disse...

Apesar de sermos uma democracia pela metade, me sinto um pouco aliviada quando ainda tem uns comentaristas ou jornalista com coragem de mostrar a verdade deste governo tâo incompetente e despreparado que só exerce o cargo em defesa próprio p/ seus cúmpanheiros. Parabens