Contador de Visitas

Seguidores

quinta-feira, 24 de abril de 2014





O CRIME BANAL, CRUEL E BÁRBARO e a IMPUNIDADE!

Infelizmente este é o quadro que se apresenta diante de nossos olhos todos os dias, principalmente nos últimos anos, a banalização do crime contra a pessoa.

São crianças e adolescentes  estupradas ,mulheres, namoradas e amantes mortas por ex maridos e ex namorados enfim, pedofilia, adolescentes se matando entre si, sem motivo aparente a não ser o banal, e o mais deprimente e revoltante, pais e mães, madrastas e padrastos assassinando friamente  filhos que “os incomodam” de alguma forma. Absurdo total!

No capítulo “crimes cotidianos e rotineiros”, encontramos o menor infrator sempre envolvido.

Desde assaltos, latrocínios e homicídios, além do trafico de drogas e outros, seja como participante ativo ou assumindo a autoria dos mesmos a fim de proteger cumplices adultos a fugir da punição, que por sinal inexiste enquanto rigorosa e exemplar por conta de um Código Penal superado e desatualizado, além de magistrados desinteressados e irresponsáveis que mantém nas ruas ou recoloca nas mesmas, meliantes de todos os níveis de periculosidade sem nenhum senso de justiça e cidadania.

Se observarmos por que isso acontece, este estado de total complacência com o crime em geral, vamos chegar à IMPUNIDADE total, a falta de exemplos positivos vindos  de cima, ao despreparo das Polícias em geral, falta de efetivo, equipamentos, condições decentes e dignas de trabalho, diante de um sistema prisional e corretivo sem estrutura alguma, unidades sem a mínima decencia para abrigar apenados que se amontoam, sem nenhuma higiene, dignidade e senso humano, em mínimas e deprimentes celas sujas e decrépitas. Isso sem esquecer os “advogados” sem o menor pudor de defender estes criminosos, por conta de dinheiro e prestígio junto à chamada mídia e que não medem esforços, alguns indignos e abomináveis, com o fim de proteger seus clientes. Certo, todos tem direito a defesa, mas na verdade,  em muitos casos estes defensores são cumplices e integrantes de quadrilhas.

Como corrigir? Como recuperar os que tem e querem a recuperação? Como exemplificar com uma punição adequada e rigorosa se o sistema inexiste e está sucateado e caótico há tempos? Não existem LEIS bem aplicadas, um excesso absurdo de benefícios e privilégios ao bandido em geral, inclusive aos de gravata, empresários e políticos corruptos e ladrões, um sistema penal arrebentado fisicamente, estruturalmente inclusive, juízes e magistrados, via de regra, desinteressados e negligentes, polícias onde desde a seleção e preparo de pessoal é deficiente, um país onde o menor não é punido e assim deveria ser, independente de qual fosse sua idade,  depois de 12 anos, como acontece de forma natural e efetiva nos mais esclarecidos países do mundo.

Por tudo isso e mais uma gestão pública que apenas visa seus interesses partidários, corporativos e pessoais vivemos estes dias de terror, de forma geral, isso sem falar na violência das ruas, transito, falta de mobilidade, manifestações de vândalos e vagabundos e destes “movimentos” nada sociais e apenas políticos e dinheiristas, liderados pelos cumplices do PT, o chamado MST!

O BRASIL está completamente abandonado pela GESTÃO PÚBLICA, seja nos municípios, estados e em nível de governo Federal, uma vergonha!

Não existe possibilidade de reverter este quadro sem medidas planejadas, organizadas e enérgicas, tendo a frente gente digna e preocupada em fazer. Se isso já tivesse sido executado há 30 anos hoje certamente não viveríamos este estado de tensão, violência, crueldade, impunidade e outros.

É possível mudar? Óbvio que sim, basta querer, povo e governos unidos neste objetivo. Temos locais esplendorosos para boas e seguras unidades prisionais, ilhas, ex fortalezas, plataformas de petróleo abandonadas ou superadas  que podem ser adaptadas, a abertura de concurso para novos e bem preparados  magistrados e serventuários da justiça com excelente formação de caráter e finalmente códigos criminais modernos, justos e rigorosos com todos, inclusive o menos infrator contumaz e que considere e inclua a PENA DE MORTE para crimes hediondos, cruéis e bárbaros e a PRISÃO PERPÉTUA para crimes também considerados hediondos, contra a economia e contra o patrimonio e tesouro nacional, além de políticos, agentes públicos  e empresários  maus caráter, ladrões e inescrupulosos.

Apenas assim poderemos reverter este triste quadro que vemos e vivemos no nosso dia a dia nos últimos tempos.


Ricardo Martins


4 comentários:

Rosemeire Silvério disse...

Boa tarde Ricardo

Eu acho que enquanto construirem estádios ao invés escolas vamos caminhar sim pra um futuro e terror, vendo nossa juventude se entregando as drogas , sendo acolhidas por traficantes Vejo os pais deixarem seus filhos largado a sua sorte Muita falta de atenção .Na frente dos amigos pais amáveis e gentis com seus filhos mas no convívio dia a dia pais que pouco dão atenção.
Mudança tem acontecer logo pois estamos caminhando pro caos total .
Parabéns pelo seu artigo como sempre disse de forma direta o que muito tem vontade de dizer.

Rosemeire

VeraProfessora disse...

Injustiças e crueldades provêm de uma sociedade doente... Nós estamos adoecendo por inanição... não conseguimos nem lutar realmente para modificar a realidade porque temos medo de tudo... e é por isso que os governantes agem como estão agindo... PARABÉNS PELO SEU TEXTO! Excelente!

Valquiria Mauro disse...

Para que tudo isso ai que você tão maravilhosamente escreve neste texto, em primeiro lugar o povo brasileiro tem que aprender a votar.
Quanto ao assassinato do menino Bernardo:
Quem matou Bernardo não foi só o pai e a madrasta.
Quem assinou sua morte foi o Conselho Tutelar e o Ministério Público.
E devem ser julgados por seu crime, junto com os executores.
Tempos atrás, em São Paulo, dois irmãos, 10/11 anos, também foram barbaramente mortos e esquartejados, após serem enviados de volta para casa quando fugiram e pediram socorro ao "Órgão de Defesa da Criança e do Adolescente."
Podemos tolerar isso???
Precisamos exigir os nomes de TODOS os responsáveis pelo crime:
pais, Juiz, promotor, e conselheiros.
Por amor, dever e justiça para Bernardo e proteção à todas as nossas crianças.
Parabéns por mais esse texto!

Skyline Spirit disse...

pretty nice blog, following :)