Contador de Visitas

Seguidores

sábado, 27 de abril de 2013


Existe um Mundo lá fora! Você Sabia?
Ricardo Martins

É verdade, enquanto as coisas acontecem ao seu redor, a nossa volta, na casa em que vivemos ou em nosso local de trabalho, um Mundo com mais de 07 bilhões de pessoas também têm um dia a dia... Ricos, pobres e, infelizmente, miseráveis, e milhões de ocorrências, casos, coisas, episódios, acontecem...

Chefes de estado se reunem para articular mais poder e dinheiro, ignoram o Planeta e a Natureza, suas necessidades e peculiaridades para sobrevivencia de muitos, não executam ações “verdes”, ecológicas e efetivamente, “policaticamente corretas” junto ao meio ambiente, nem  observam com dignidade os chamados  “direitos humanos”. Alguns, bem intencionados, implementam bons projetos e planos de governo que beneficiam o cidadão e a população em geral.  Já terroristas, acertam detalhes de mais ataques a “seus inimigos”. Meninos infratores, a maioria irrecuperáveis, cheiram crack e saem depois às ruas para assaltar e matar por nada, policiais aceitam “propinas” para acobertar algo ou alguém, juizes e magistrados vendem sentenças, nos restaurantes, bares e boates, as pessoas se divertem, nos motéis se amam, nas escolas estudantes tentam aperfeiçoamento ou a busca de um futuro melhor, políticos e agentes públicos, notadamente no Brasil, “armam e acertam conchavos” a fim de desviar dinheiro do povo, enfim as coisas acontecem de forma dinamica e intensa.

Bilhões de pessoas dormem, acordam, vão e vem, trabalham, cuidam de suas casas, fazem amor, falam mal dos outros, desrespeitam e discutem com vizinhos, “amigos” e parentes, e nós, as pessoas, o indivíduo, não se lembra disso, pois seu alcance imediato é seu mundo particular.

Por exemplo, agora, no momento em que escrevo aborrecido, irritado, desanimado com algo, ou não, alegre, feliz, motivado, um mundo de situações, em várias circunstâncias, se multiplica a partir da residencia de meu vizinho mais próximo e eu nem sei, nem imagino, tenho conhecimento ou me interesso. E o pior ainda, o mais grave, inúmeras pessoas agem por sua “conta”, característica, interesse, personalidade, desconsiderando a hipótese provável de que isso envolve, reflete e repercute em outras pessoas, que aguardam um retorno telefonico qualquer, uma correspondencia sobre uma vaga de emprego, o boletim das notas dos seus filhos, um honorário devido, enfim aguardam por um “retorno” qualquer de informação ou sobre algo. As vezes e muitas vezes, também,  aguardam apenas por um carinho ou um momento de atenção.

Observe como é interessante: nos últimos 30/40 anos, são poucos os que sequer conhecem e convivem com seus vizinhos, sabem seus nomes ou o que fazem, mas com certeza, por exemplo, é atingido por algum animal, um cão abandonado e sem comida, que late sem parar, enquanto este vizinho não está em casa, ou por um veículo mal estacionado em frente ao portão, enfim... e o mundo lá fora continua em movimento e ebulição.

Veja como é interessante, no momento em que voce está a viver, bilhões de situações acontecem, atitudes e posturas geram consequencias inesperadas, criminosas, violentas ou de pura solidariedade, desejo e amor. 

A gente na real, não tem noção de nada ou quase nada apenas aquilo que nos atinge diretamente, e mesmo assim é muito complicado, pois cada um é cada um, mesmo que esta proximidade e convivencia proponham afinidades e ou “identidades” mútuas... cada um é cada um e isso ainda reduz em muito o mundinho de cada um, seu Universo.

Gente, isso aqui iria longe, muito longe mesmo, entretanto é importante  lembrar que não estamos sozinhos neste Planeta, que merece e necessita de cuidados urgentes, nós convivemos e interagimos com pessoas, seres humanos, bons ou ruins, com caráter ou não... E além de nosso mundinho particular, alí, ao lado, a partir da esquina mais próxima um mundão está a acontecer... não pára...e  tudo se multiplica...perigosamente ou deliciosamente.
É necessário estar atento, ligado, conectado e observar isso!

3 comentários:

lilisou disse...

Vivemos em nosso mundinho...com os olhos vendados e assim deixamos passar tudo..coisas boas e ruins..E nem percebemos , quão maravilhoso seria fazer parte deste mundo..Sofrer, sorrir, amar...conversar..e assim caminha a humanidade..

Rosemeire Silvério disse...

Vivemos nos dias da intolerancia , quando se da Bom dia , boa tarde , as pessoas estranham tanta gentileza e educação .Penso que não custa um gesto de gentileza , educação .Mas cada um cria seu proprio mundo e perde as grandes emoções da vida. Muito bom seu texto disse tudo .

Valquiria Mauro disse...

Sabia sim!!!
O tempo pára, o mundo lá fora parece não mais existir, nós somos o centro, o universo é nosso, as possibilidades tornam-se infinitas, a saudade cada vez maior, a força aumenta e a distância parece não mais importar. Contigo tudo é possível, tudo fica melhor e as palavras vão se tornando cada vez mais escassas para descrever sentimentos e aí, os gestos.....