Contador de Visitas

Seguidores

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012




Quem é Polícia... Quem é o bandido?
Ricardo Martins
Esta é a pergunta que não quer calar diante destas verdadeiras “batalhas civis” que tem acontecido mais frequentemente em São Paulo, mas que se espalha pelo Brasil afora, embates entre o crime organizado e o Estado. E não é de hoje, apenas agora voltou a agravar-se, lamentavelmente.

Por que isso ocorre historicamente? Por falta de gestão pública interessada, planejada, organizada e competente, firme e rigorosa, apenas isso, falta planejamento para construção de unidades prisionais modernas para atender adultos e menores infratores, unidades de recuperação de drogados. Infelizmente e claramente por omissão do judiciário e seus magistrados coniventes, grande parte deles que se escondem atrás da TOGA ou quando não a vendem, estes apenas lêem as Leis e mal as aplicam. Leis estas que trazem em seu bojo benefícios, privilégios, folgas e concessões exageradas ao criminoso. Isso vem dos tempos e nada, realmente nada foi feito pra minimizar isto através dos tempos futuros. Culpa de todos os governos anteriores, federal, estadual e municipal.

Agora tão grave quanto isso é a dúvida enorme da população que se vê a perguntar: Quem é o mocinho? O policial, a polícia? Tem certeza disso? Parece que não, aos olhos do povo isso é claro, o despreparo para a função, inúmeros policiais militares e outros acabam por “exagerar” na atitude e postura quando em atividade, matam por matar, abordam mal, são deseducados, desrespeitosos com o cidadão, e o pior intranquilos e inseguros, e isso tem se refletido na matança de inocentes todos os dias, notadamente em SP, e não adianta “punir, até porque a punição é NADA, pois o mal já está feito, o morto está morto. 

As rotinas estão cheias de burocracia e má vontade, inquéritos, sindicancias e investigações internas, que a NADA levam, justiça militar... BAH!

É duro ouvir comandantes com a ladainha de sempre que os policiais infratores serão presos, afastados e punidos e ainda ouvir de advogados imbecis a dizer que “eles estavam certos, agiram certo”, e se fosse a mamãe do advogado a morta?

 O Brasil é omisso e conivente, é vendido, grande parte de sua população hipócrita, mau caráter e canalha, isso em todas as classes sociais e representatividades econômicas, poucos são realmente e efetivamente os que se interessam.

É redundante dizer, repetitivo mesmo, mas falta “gente” a este país, falta cidadão de “saco roxo” de verdade, não o do Paraguai, tipo Collor. Falta gestor público sério, falta gente de qualidade e povo bom. Isso é o que falta!

Enquanto for assim o cidadão de bem, que paga a conta, sucumbe diariamente sob o “fogo amigo” do “mocinho” e dos chefes destes, cheios de estrelas.

6 comentários:

Geraldo Morais disse...

Infelizmente determinados policiais hoje em dia, representam mais uma ameaça ao cidadão de bem do que segurança.

NINHA disse...

É isso!! Uma mistura de sentimentos e questionamentos...nenhum bom, infelizmente. Eu tenho pavor de policia e advogados...Não há como confiar, acreditar. Enquanto esses poderes não se sentarem, todos juntos, para conversarem, NENHUMA solução será possível. E assim, a vida vai passando...

lilisou disse...

Esta é a triste realidade de um Pais sem lei....não sabemos quem é a policia ou quem é o bandido..Tá tudo misturado..É a lei da selva imperando.E os poderosos onde estão..nos carros blindados, nos palacios e nos planaltos.
Lamentavel a situação..Bandidos nas ruas..cidadãos refens em suas proprias casas..

Rosemeire Silvério disse...

Ha que se ter cuidado pra não generalizar, pois muito dos policiais honram a farda que vestem , muitos fazem bico pra complementar salarios,por outro lado os bandidos estão aterrorizando pois n tem mais medo da policia , penso q a base de tudo isso se chama Educação e menos provlegios aos presos . que estão sendo sustentados por nossos impostos. ha q se dsar um basta nesta violencia!

Laudi disse...

A impunidade deste país tornou o bandido mais violento e acredito que por conta disso a polícia foi obrigada a ser mais repressiva ou mais dura no combate a violência, só que sem a devida preparação para isso. As policias estão sucateadas, sem condições de trabalho para seus profissionais e o pior inchou com a entrada de muitos novos policiais que infelizmente tiveram a pior formação possível por falta de estrutura para tal. Penso que tanto militares, quanto nós civis, somos todos vitimas de uma violência mais ampla, sutil e poderosa exercida por bandidos que se vestem de mocinhos e se autodenominam como politicos e nossos representantes.

Valquiria disse...

Eu gostaria muito de dar minha opinião por aqui, mas nem me atrevo a falar nada aqui, pois eu penso totalmente diferente.
Se eu for falar tudo que que quero e penso, é bem capaz do povo querer me trucidar por aqui, então Ricardo Martins nada falarei