Contador de Visitas

Seguidores

sábado, 18 de fevereiro de 2012


Baile de Máscaras!
Ricardo Martins
O carnaval é a festa pagã das mais esperadas de todo o ano, principalmente aqui no Brasil, onde durante 03 dias foliões e folionas se entregam ao prazer de brincar, pular, desfilar e se fantasiar. É a festa que nas últimas 02/03 décadas tornou-se o paraíso das “siliconadas em geral”, pois a reforma agora é quase geral, o “emborrachamento” acontece por todo o corpo feminino e verdadeiras esculturas artificiais se exibem completamente nuas, nas ruas e dentro das escolas de samba, especialmente! Para os olhos um verdadeiro colírio já para as mãos masculinas, nem sempre a sensação é natural. Sei lá! Parece que a coisa fica meio plastificada, como se fosse um daqueles brinquedos de criança.  Deixando bem claro que nada tenho contra isso ou aquilo, certo? Cada um opta pelo que acredita, gosta, sente, aprecia, enfim!

Por aqui, nesta época, mascarados de todos os tipos brincam o carnaval reeditando a meu ver o dia a dia da Brasília política, por exemplo, onde centenas e até milhares de mascarados escondem suas verdadeiras faces embaixo de máscaras e brincam de fazer algo de positivo pelo cidadão, pelo povo, nos 03 poderes da República. São governantes, gestores da atividade pública, executivos, ministros, congressistas, legisladores, magistrados e seus fiéis escudeiros, asseclas e cúmplices, que “brincam”, na real, se divertem cotidianamente com os direitos do cidadão lhes roubando além de fortunas incalculáveis, seus direitos, sua dignidade, sua proteção e em muitos casos suas famílias, via esta criminalidade cruel, banalizada e impune que permeia os dias de hoje.

Podemos afirmar com convicção que estes senhores disfarçados de “gente bem” são na verdade integrantes fiéis de inúmeras entidades carnavalescas, por exemplo, Escola de Samba “Sujeira e Podridão Política” ou Sociedade Carnavalesca “ Corruptos Safados, Impunes e Imorais”, ou ainda, Bloco dos Ladrões do $$ Público” ou mesmo do bloco de sujo “Se engane não, que eu gosto mesmo é de roubar você”, ainda tem aquele que um ex–barbudo, agora com o “fiofó” bem apertadinho por conta da saúde, não a saúde pública, sempre um caos permanente, e sim, a sua saúde pessoal, que comanda há uma década, o bloco denominado “ O ex mecânico e seus 40 ou mais, com certeza ladrões”. Enfim,  um bando de mascarados perpétuos que fingem, dissimulam e enganam o povo descaradamente enquanto dilapidam o patrimônio do país sem punição alguma em um gigantesco, freqüente e profano baile de máscaras.

E o pior disso tudo é que grande parte da chamada sociedade organizada, de grupos empresariais, entidades e instituições do setor privado fazem parte deste “carnaval de sujeira e podridão” em que o Brasil está imerso, afundado, há tempos.

Como acabar com a festa? Simples! Pelo voto correto, isso prá começar, através de movimentos efetivos e objetivos tipo o Ficha Limpa e quando representatividades como esta JUÍZA Milena Dias e os promotores de justiça da estirpe e porte de um Francisco Cembranelli, Roberto Tardelli ou a promotora Daniela Hashimoto, entre outros, estiverem a frente de instituições da justiça com grande alcance de suas  influencias dignas, rigorosas, austeras e corretas. E finalmente quando surgir um líder de verdade neste país, que se cerque de companheiros, partidários, correligionários e políticos decentes, interessados com a coisa pública e com os direitos e bem estar do cidadão.

Aí, sim! Desta forma e a partir daí vamos todos brincar o carnaval felizes e curtindo todos os prazeres proporcionados por esta maravilhosa festa profana, onde os habilidosos sambistas e pastoras, todas as diversidades, os mascarados, as siliconadas, lindas e deslumbrantes peladonas, se misturam, se igualam e desfrutam lado a lado da alegria e da felicidade deste imenso bloco, desta gigantesca Escola de Samba Brasil! 

6 comentários:

Antonio Lustosa disse...

Quero mais uma vez enaltecer os seus comentários de uma forma brilhante e verdadeira que só engrandece o nosso povo.parabéns,queira Deus que eu em algum dia seja administrador desse País para contar com você como meu parceiro auxiliar.

Anônimo disse...

Bela crônica Ricardo M. Não penso muito diferente do exposto por você em seu texto, há certos abusos e absurdos na gestão Humana eu diria. Não apenas aqui mas no geral há muito que ser entendido e reelaborado, entretanto pão e circo é sempre o prato principal da humanidade.
Um grande abraço! LUCIENE RROQUES

LUCIENE RROQUES disse...

Bela crônica Ricardo M. Não penso muito diferente do exposto por você em seu texto, há certos abusos e absurdos na gestão Humana eu diria. Não apenas aqui mas no geral há muito que ser entendido e reelaborado, entretanto pão e circo é sempre o prato principal da humanidade.
Um grande abraço! LUCIENE RROQUES

18 de fevereiro de 2012 17:36

Ivana Maria disse...

Tem toda razão em suas palavras, amigo. É carnaval, temos mesmo o direito nos divertirmos mas não podemos deixar nos dopar com as mentiras e sujeiras que, infelizmente, em nosso país, são atribuídas como sinônimos de política. Por isso, é comum ouvir a maioria dos cidadãos declarar com equivoco "odeio politica". Mancharam o que deveria ser sinônimo de diálogo, direito de expressão e representatividade com ética, a política.

Marco Sobreira disse...

Parabéns amigo, vc retrata com certeza o pensamento dos homens e mulheres de bem desse país. Um dia nos livraremos de toda essa corja através do voto, porque se dependermos da Justiça eles serão perpetuados no Poder.

Marisa Cruz disse...

CARO RICARDO

SEMPRE PERFEITO NAS COLOCAÇÕES!!!

NO BRASIL DO CARNAVAL, DA CERVEJOTA E DO FUTEBOL OS 3 PODERES PINTAM, BORDAM E SE FANTASIAM DE BONS HOMENS O ANO INTEIRO PORQUE CONFIAM QUE BRASILEIROS NUNCA SAIRÃO DA LETARGIA DOS 3 ELEMENTOS ACIMA!!!

Marisa Cruz