Contador de Visitas

Seguidores

domingo, 19 de junho de 2011


A Idade de Ser Feliz
Mario Quintana

Existe somente uma idade para a gente ser feliz, somente uma época na vida de cada pessoa em que é possível sonhar e fazer planos e ter energia bastante para realizá-los a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.

Uma só idade para a gente se encontrar com a vida e viver apaixonadamente e desfrutar tudo com toda intensidade sem medo nem culpa de sentir prazer. Fases douradas em que a gente pode criar e recriar a vida à nossa própria imagem e semelhança e vestir-se com todas as cores e experimentar todos os sabores e entregar-se a todos os amores sem preconceito nem pudor.

Tempo de entusiasmo e coragem em que todo desafio é mais um convite à luta que a gente enfrenta com toda disposição de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO, e quantas vezes for preciso.
Essa idade tão fugaz na vida da gente chama-se PRESENTE e tem a duração do instante que passa.

Sábias palavras do Mestre!
Ricardo Martins

Oportuno e pertinente o texto do Mestre Quintana, personalíssimo em suas posições diante da Vida e das pessoas. Tem razão! O tempo presente é o melhor tempo para ser feliz, em uma Vida onde a soma destes momentos e oportunidades dá-se o nome “Felicidade”.
Pena, lamentável mesmo é ver tanta gente jogando fora esta maravilhosa Vida, recebida de graça e por pura graça, em busca de poder, dinheiro fácil, admiração fútil e vivendo momentos de pseudo felicidade, vidas vazias, na real, sem conteúdo e consistência.

Antes ser pobre, materialmente, porém muito ricos de espírito, nobreza de caráter, dignidade, amor no coração, compartilhamento, solidariedade e respeito ao próximo. Valores enriquecidos pela sabedoria e humildade, pela capacidade de buscar e realizar condignamente, fundamentado no amor, no prazer e no bem viver, harmonia, amizade, parceria, cumplicidade, enfim, felicidade. Cada dia uma conquista, com entusiasmo, determinação e perseverança. Vitoria que realizam e desencardiam ondas positivas a todos, coragem, desafio, atrevimento, realização.

Estes são os reais e saudáveis ingredientes para ir à busca do novo, do inusitado, de nossos desejos, com paixão e amor no coração.

O passado é referencia,. O futuro é imediatamente a concretização do presente, faça, realize, ame e Viva, intensamente. Esta é à hora!

3 comentários:

Geraldo Morais disse...

Ricardo paranes pelo, uma gota enorme de sabedoria e com o aval do mestre Quintana, genial em sua simplicidade para exprimir coisas complexas. Ser feliz, é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar autor da própria história. Ser feliz é uma conquista e não obra do acaso, e um quadro novo que se pinta no presente.

Geraldo Morais disse...

Ricardo parabnes pelo artigo, uma gota enorme de sabedoria e com o aval do mestre Quintana, genial em sua simplicidade para exprimir coisas complexas. Ser feliz, é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar autor da própria história. Ser feliz é uma conquista e não obra do acaso, é um quadro novo que se pinta no presente.

nadiavida disse...

Que bom poder "quintanear" numa tarde de domingo...... Viver é assim: simples e fácil.Não complicar, este é o segredo!!!! ótimo domingo! Abraços