Contador de Visitas

Seguidores

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014


Isso é crime, sim!
Ricardo Martins

Vocês já imaginaram quanto foi desviado, roubado, extorquido do povo brasileiro e do Brasil, apenas nestes últimos 12 anos? Considere aí o roubo dentro da Petrobrás, aonde as propinas chegaram a ultrapassar $ 40 milhões de dólares, apenas para uma pessoa.

E isso ocorre de forma totalmente impune! O “bandido de gravata” tem liberdade e prestígio no Brasil e está milionário, via de regra, é um gestor público, presidente da república, ministro, 
magistrado, senador, deputado, prefeito,  um alto graduado do serviço público, na real um bandido, um canalha, um salafrário, mas enfim a quem recorrer, se a grande maioria faz parte do “time” deles?
E isso vai da mais alta corte de justiça ao mais simples setor do serviço público.

Observe, não existe real interesse em atualizar o Código Penal nem construir cadeias, presídios e outras unidades prisionais, pois quem corre o risco de inaugurá-los são eles.

E tem mais, quem chega lá bem intencionado é comprado ou colocado de lado, afastado, ignorado ou morto!

Enquanto isso o povo que paga toda a conta, e cada vez mais alta, está refém e a deriva no meio deste oceano de podridão.

É corrupção e roubo por todos os lados, desde a Prefeitura mais simples até o Gabinete do Presidente de República, verdadeiras quadrilhas organizadas atuam por todos os cantos do país. Verdadeiros marginais.

Agora as perguntas: E quando deputados e senadores, na calada da noite e na última sessão de Câmaras e Assembléias aprovam projetos de seu interesse, por exemplo: reajuste dos próprios vencimentos, planos de previdência privada, abono para funcionários comissionados e outros, normalmente seus cabos eleitorais e eleitores, isso não é roubo?

Não é roubo o Presidente da República “molhar” a mão de parlamentares, com emendas parlamentares, a fim de aprovar projetos de seu interesse pessoal e partidário?

Não é desvio de conduta um Ministro de Estado mentir em público?

Não é crime mandar matar quem lhes atrapalha, como em  vários casos históricos e os de Toninho do PT e Celso Daniel?

Não é crime um Juiz jurar diante da Estátua da Justiça dignidade, ética e senso de responsabilidade e depois vender sentenças?

Não é crime matar nas filas do SUS, por falta de atendimento? Não pagar salários dos servidores, nem manter estradas e aeroportos bem conservados? Isso não é crime?

Não é crime manter em estado caótico escolas e unidades de ensino, não pagar professores, desviar a merenda escolar e outros?

Não é crime estar ligado, ser conivente ou fazer vistas grossas ao crime organizado, contrabando, tráfico de drogas,  de pessoas e outros tipos de delitos e infrações a Lei?

Não é crime não investir em segurança pública e em um sistema prisional decente?

Isso é crime, sim! É roubo, sim! É desvio de conduta, sim! É mal caratismo e safadeza, sim! E, portanto merecem apodrecer na Cadeia!

Assim como é CRIME não punir, não fazer devolver ao povo  e aos cofres públicos o que roubaram, é crime sim ver estes farsantes livres, soltos e a gastar “nosso” dinheiro!

Temos que banir todos daqui e pra bem longe, em presídios dentro do centro da Terra, em oceanos longínquos, enfim.

A NAÇÃO está sendo dilapidada e há anos, alguém tem que fazer algo urgentemente, mas contar com quem? Com o Judiciário? Brincadeira! Com as entidades representativas da Sociedade? Agora piada, pois o empresário brasileiro é tão safado quanto eles, via de regra!


Resta o cidadão de bem, aquele que luta e põe a tapa sua cara! Este tem que pressionar e cobrar, escancarar, e todos aqueles que apesar de minoria tem ainda alguma dignidade e querem ver seus filhos e netos vivendo livres e felizes.

Um comentário:

Marly Ferreira disse...

Quero ver esta quadrilha atrás das grades.