Contador de Visitas

Seguidores

domingo, 1 de junho de 2014


PUNIR COM RIGOR!
Hora de fazer, de agir, de mudar!
Ricardo Martins

No Brasil tudo é maquiado, leis que deveriam ser aplicadas com rigor não são devidamente aplicadas, inúmeras investigações e inquéritos intermináveis, maquiados, decisões corporativas e indecentes, nada de punição!

Jogo de interesses e política são evidentes e predominam, eles, os da gravata, congressistas, juristas, governos, gestores públicos e representantes de certos setores da sociedade, querem apenas enriquecer e tirar o máximo do povo para seus bolsos. Criminoso isso!

Não existe interesse público nem coletivo, apenas atitudes e ações pessoais e ou corporativas. A impunidade e a corrupção se evidenciam a cada dia, o pobre vai pra cadeia e o cidadão de bem assiste as  suas famílias serem destruídas por crimes banais e cruéis, a cada dia.
O dinheiro arrecadado pelos governos é cada vez mais vultoso e as cifras extraordinárias, mas investimento sério e adequado nenhum.

Falta tudo! Salas de aula, leitos nos hospitais, efetivos, equipe de trabalho qualificada em todas as áreas do serviço público, faltam remédios, insumos e cadeias decentes, seguras, invioláveis, unidades de saúde e atendimento condigno às pessoas doentes e enfermas, recuperação de viciados e menores possíveis de recuperação, além de estradas decentes e ferrovias, empregos, mobilidade urbana, planejamento e organização da gestão. Não existe fiscalização,  apenas conchavos e negociatas, pessoal vendido, sujo e corrupto.  Temos um serviço público indecente!

Não existe segurança pública e a justiça, que é medíocre e cheia de magistrados irresponsáveis e desinteressados, além de vendidos, beneficia unicamente o infrator, o bandido, concedem privilégios aos poderosos, enfim, uma bandalheira vergonhosa!

Advogados cheios de prerrogativas e cúmplices de seus clientes, juízes que não se interessam pela Lei e a Ordem, apenas visam seu benefício próprio, concedem por conceder, porque está escrito na Lei. E suas prerrogativas de Juiz, jogadas na lata do lixo?

Isso é real! Sem falar nos grupos de malfeitores, verdadeiras quadrilhas, que se formam dentro dos chamados 03 poderes da República, notadamente no Governos Federal e Estadual, no Congresso, a fim de roubar, desviar  verbas e recursos públicos, dinheiro do povo que deveria ser aplicado no seu bem estar e de sua família que trabalha por uma “merreca” de salário mínimo e uma aposentadoria obscena.

Hora de mudar isso! O Povo, o eleitor tem que fazer a sua parte, pressionar para se acabar com o conchavo político, coligações, voto proporcional, altíssimos salários para parlamentares e assessores, enormes e grandiosos staffs de pessoal de assessoria, e outras maracutáias que interessam apenas a eles, os quadrilheiros no poder.

Hora da Reforma Tributária decente, reduzindo e concentrando impostos e tributos, por exemplo, o imposto único, as reformas trabalhista, política, social, penal,  as reformas de caráter e decência, ética e dignidade, enfim,  de respeito ao outro.

O POVO, o cidadão de bem tem que cobrar e votar devidamente com critérios e sabendo escolher, pelo menos, o menos ruim, ou formar novas e dignas lideranças.


Hora de agir!!!

3 comentários:

JacqueMarlowa disse...

Um pais politicamente falido.....estarmos a beira de um colapso ....
Como sempre um texto retrata perfeitamente a nossa realidade.
No pais do oportunismo conseguimos até fazer do maior alegria do brasileiro ( copa )....uma verdadeira bandalha política!!!!
Abraços

Valquiria Mauro disse...

Aqui nesta parte do texto você já diz tudo!>>>>>O POVO, o cidadão de bem tem que cobrar e votar devidamente com critérios e sabendo escolher, pelo menos, o menos ruim, ou formar novas e dignas lideranças. Parabéns por mas este excelente texto!!!

Maria Mirelle disse...

Falou tudo Ricardo. Concordo plenamente com você quando diz que tudo é jogo de interesse. Muito dinheiro sendo gasto para pagamento de salários exorbitantes para cargos públicos comissionados. A realidade é dura, mas precisa ser mostrada para que assim boa parte da população faça a diferença, pois a outra parte ainda se mantém alienada e esperançosa e almejando a cada dia uma política mais limpa, algo que é impossível diante de uma sociedade altamente capitalista e que na maioria das vezes só acaba por aprovar o conveniente. Texto excelente o seu gostei.