Contador de Visitas

Seguidores

terça-feira, 20 de março de 2012



Fraudes, conchavos e negociatas!
Ricardo Martins

Somente o Governo Federal não sabia que isso acontecia nos leilões e licitações promovidas pelos órgãos públicos em geral, em todas as esferas federal, estadual e municipal. Santa ingenuidade! São realmente santos!!

Se o mau exemplo vem de cima, qual a surpresa? Corruptores e corrompidos, todos habitam em todos os níveis, os 03 poderes da República. Isso é comum, normal, faz parte do cotidiano da atividade e da gestão pública! É histórico! Vamos concordar que nos últimos 10 anos se agravou e muito com as quadrilhas extensas e poderosas que se infiltraram no governo central, espalhando-se em cascata por todos os lados, instituições, entidades, repartições departamentos e até nas copas, cozinhas e garagens!

Na real o Brasil é corrompido e corruptor desde 1500, desde a chegada da comitiva do Cabral, daquele português, lembram? Pois então, por ali já havia negociatas e maracutáias. Depois, com a mistura de índios, negros e outras cores de pele a coisa foi se complicando. É importante lembrar que os europeus eram expulsos daqui, como inimigos, concorrentes e certamente por serem depuradores raciais de altíssima qualidade! Já efetivamente existia o interesse no domínio não apenas econômico e sim físico, pessoal, mental, e outros, o que interessava era escravizar e a escravização, o comércio de escravos já era um antro de negociatas, corrupção, troca de favores, enfim, tudo que ainda se pratica dentro da Gestão Pública e no ambiente político e infelizmente no Legislativo e principalmente no Judiciário que deveria proteger a Nação e fazer valer os direitos de seus cidadãos dignos, corretos e honestos. É de doer assistir a estes flagrantes jornalísticos que há anos estão estampados nas TVs dos brasileiros e a LEI PENAL não considerar isso como tal, um FLAGRANTE DELITO! Os envolvidos deveriam sair dali direto para a cadeia e, além disso, ter seus bens indisponíveis automaticamente.

Não é realmente um país sério o Brasil, nem comandado por gente séria, como disse em 1958 Charles De Gaulle, então presidente da França.

A realidade nua e crua exposta por eles mesmos, os governantes, políticos, gestores públicos e funcionários de todos os níveis, escalões e instituições ou entidades públicas, é que o Brasil é um antro de podridão de caráter, um poço de sujeira, uma reunião de quadrilheiros de todos os tipos e espécies que não se fartam de roubar este país. E esqueçam, administrativamente nada se irá fazer para consertar ou mudar nada, apenas conversa para Boi dormir!

Vocês acham mesmo que estes caras vão largar a TETA? Propor alguma legislação que promova alterações naquelas que já existem e lhes permite usá-las em beneficio próprio? Jamais! Estejam certos disso!
Se quisessem realmente mudar nestes casos de sujeira nas compras e licitações públicas, duas ou três medidas bastariam: Envolvidos na CADEIA, bens indisponíveis e empresas, sócios, diretores e gerentes impedidos ad eterno, para sempre, de participar de outras licitações em qualquer nível na Federação. Isso seria sério, responsável e sinônimo de caráter e interesse público!

Bem, a meu ver ainda está em nossas mãos alterar isso tudo, votando bem, pressionando em todos os setores publicamente, enfim , nas ruas organizadamente!.

É por demais importante a integração de todos os brasileiros de bem neste objetivo!

5 comentários:

Tio Dé disse...

Realmente Ricardo, como bem diz o Prof Bueno (History Channel), país que não conhece sua história, está condenado a repeti-la ... É é bem por ai, e casos não faltam na História brasileira, desde Tomé de Souza, governador geral que ao morrer era o homem mais rico da província, mesmo com salário de Governador Geral. Era o maior proprietário de escravos e de vastas contas e glebas de arrobas de gado. E mais três ouvidores seguidos voltaram a ferros para Portugal ... A conta vai longe, pena que a população não tenha estudado a verdadeira história do Brasil ! Está repetindo !

bebethsal disse...

Mas nós todos, cabeças pensantes podemos ainda fazer alguma coisa pra afastar este antro de pilantras que assolam a administração, a política e o judiciário, nem que seja com um panelaço.

Marisa Cruz disse...

CARO RICARDO

EXISTE A INGENUIDADE REAL E AQUELA QUE HIPOCRITAMENTE FINGE SER. ASSIM COMO EXISTE A VERDADE DOS FATOS E AQUELA MENTIRA TRAVESTIDA DE VERDADE!!!!
TUDO MUITO CLARO E LÍMPIDO PARA QUALQUER BRASILEIRO ENXERGAR!!!

Marisa Cruz

Ivana Maria disse...

Enquanto o povo se acomoda, a democracia conquistada as custas de tantas vidas vai sendo vendida pelos seus herdeiros.

Nair Pessoa disse...

Nós somos um país de corruptos sim. E devemos isso ao ilustre D.João VI que mandava para o Brasil os ladrões, assassinos e outros degradados para "limpar" Portugal. O envio de marginais para o Brasil só cessou quando o ilustre monarca teve que fugir de Napoleão, vindo se refugiar nas "Terras de Santa Cruz". Todavia, o pior de tudo é que nosso JUDICIÁRIO TAMBÉM ESTÁ CORROMPIDO! Nos resta fazer uma "revolução" ou aceitar calado essa corrupção ou ir embora desse paiszinho nojento!